Santa Rita(MA): Engenheiro da Prefeitura faz Retelhamento até em Telhado “Fantasma”

11:01


Na cidade onde a prioridade do Prefeito é Pinta Paus e Postes, não poderia ficar de fora as lambanças do que se diz engenheiro. Além de uns serviços de péssima qualidade, Carlos Eduardo Borges de Souza (CREA-MA 11569809 – 5), aparece nas contas da prefeitura como “Retelhador” de prédios não definidos (Fantasma). Talvez no curso de engenharia tenha a disciplina de Retelhamento e que deve ser bem difícil pelo preço cobrado do engenheiro.

Vejam abaixo e tire suas próprias conclusões se o dinheiro dos seus Imposto está sendo bem investido. É certo que todo trabalhador é digno do seu salário, mas temos que ter um mínimo de coerência quanto aos gastos dos recursos do contribuinte.

Nas Notas de Empenho apresentada pela Prefeitura de Santa Rita, não tem as Fotos e nem quais prédio e nem mesmo seus endereços para que o cidadão possa ver que Telhados tão grandes são estes que somente em Uma Nota foram gastos quase R$ 7.000,00 (Sete Mil Reais). O que dar margem para que possamos interpretar como simplesmente Lavagem de Dinheiro. Foram quase R$ 17.000,00 (Dezessete mil reais) em “Retelhamento”.

Carlos Eduardo
Carlos Eduardo
Carlos Eduardo
Carlos Eduardo

Segundo a folha de pagamento, Eduardo é contratado da Prefeitura desde 2017 e as Notas são de 2018. O engenheiro é também um dos Responsáveis pela Ponte de Areias. Agora imagina a cena: Um Engenheiro formado, com diploma e tudo, Retelhando um Prédio. Tá errado? Não, mas é estranho.

Antes que o sr. Eduardo procure o jagunço para nos denunciar, é melhor ler a Constituição Federal de 88 e a Declaração Universal dos Direitos Humanos onde é explicito o Direito de Liberdade de Expressão. É também o Direito de Todo Cidadão saber Como e Onde é investido os Recursos dos seus Impostos e, se não gostar Como e Onde está sendo Investido, Reclamar, Criticar e Denunciar. Tenho dito!

You Might Also Like

0 comentários