Prefeito dá calote e situação dos professores de Araioses é desesperadora

13:12


É extremamente dramática e desesperadora a situação dos professores de Araioses depois do calote que o prefeito lhes deu na virada do Ano Novo. Ainda sem receber seus salários de dezembro e as férias do ano passado e ainda sem a menor ideia – como sugere a mensagem do Secretário de Educação Ribamar Filho posta em redes sociais – onde deixa de forma muito clara que não há recursos para por em dia esses pagamentos.
É de espantar a falta de sensibilidade e mais ainda de responsabilidade do prefeito Cristino Gonçalves, com quem dedica a maior parte do tempo de suas vidas trabalhando a serviço do conhecimento de milhares de estudantes da Rede Municipal de Ensino.
Desculpa de que não há dinheiro para honrar esses compromissos não cola mais. Qualquer criança mais atenta ao que lhe ocorre ao redor sabe que o País atravessa uma terrível crise – mais moral do que financeira – que se estende aos estados e municípios brasileiros.

Porém, existem inúmeros exemplos de gestores – aqui mesmo no Maranhão – que estão com seus compromissos em dia e o que é mais importante: trabalhando em todas as frentes a serviço de seus munícipes, o que não ocorre de forma alguma em Araioses.
Afinal para onde estão indo os dinheiros de Araioses? Como é público e notório que o prefeito ainda não realizou nenhuma obra sequer de média expressão e como os repasses institucionais fielmente entram todos os meses nas contas da prefeitura, lógico é tal questionamento.
Cristino ainda não fez nenhuma estrada, não fez nenhuma escola, não adquiriu nenhum bem para a prefeitura.
Os poucos trechos de estrada que recuperou já estão pior do que estavam antes, nas escolas não cuida de manter em dia nem os salários de quem trabalham nelas, os bens móveis em nome da prefeitura foram doados pelo governo do estado ou por órgãos federais. Portanto, não custa repetir a pergunta: para onde estão indo os dinheiros de Araioses?
E o que fazer doravante? A mensagem do secretario finaliza dizendo: “Os demais servidores qualquer pagamento será de acordo com os recursos creditados na conta do FUNDEB nos próximos dias”.
Próximos dias desses repasses serão dia 20 e dia 30 e são muitos poucos para cobrir o que a prefeitura deve a seus funcionários, já que verba maior é a do dia 10 e essa, pelo visto, já foi gasta.
E o que fazer então? Com o Poder Legislativo, segundo se ouve de todos os lados, o povo já não conta mais e o Ministério Público, que parece funcionar de forma capenga também não nutre esperanças.
O que o prefeito Cristino faz está andando na contramão do que ele prometeu em campanha, onde prometeu muito e nada faz. Tem sido um gestor muito ruim, porém já trabalha para ser reeleito. Ele quer por que quer continuar dono de nossa prefeitura. Com muita vontade, que fique bem claro.
Talvez só não maior do que vontade de uma meia dúzia que já brigam por ela e que se um desses chegar lá talvez não fará diferente.
Começamos mal o 2019!
Créditos Blog  Daby Santos

You Might Also Like

0 comentários