Governador Flávio Dino não inicia reforma do Hospital de Nina Rodrigues, orçada em quase R$ 1 milhão

16:08

Por Daniel Matos •
Estrutura da unidade de saúde é precária, pacientes sofrem sem atendimento adequado e servidores penam com atrasos de vencimentos, que em muitos casos chegam a pouco mais da metade do salário mínimo


Hospital de Nina Rodrigues deveria esta sendo reformado, mas a obra até hoje não começou

Mais um exemplo de descaso e omissão do governo Flávio Dino (PCdoB) e dos seus aliados com a saúde pública. A reforma do Hospital de Nina Rodrigues jamais foi iniciada, apesar de a ordem de serviço para execução da obra, orçada em quase R$ 1 milhão, já ter sido assinada.


Estrutura física do hospital é precária

O custo da reforma do hospital, fruto de um convênio firmado entre Estado e Município, é de R$ 900 mil. O atual prefeito, Rodrigues da Iara (PDT), que foi secretário municipal de Saúde na gestão da ex-prefeita Iara Quaresma, sua mãe, é acusado de ter desviado recursos na época em que ocupou o cargo.
Quanto a Iara Quaresma, trata-se da mesma ex-prefeita presa e indiciada, em 2007, por fraude em licitações, montagem de documentos, formação de quadrilha, peculato, desvio de dinheiro público, dentre outros crimes, pela Operação Rapina, deflagrada pela Polícia Federal. Ao todo, 123 pessoas foram indiciadas, dentre as quais 11 prefeitos, no Maranhão, nas duas etapas da operação.


Prefeito Rodrigues da Iara

Enquanto a reforma do hospital não começam, pacientes sofrem com falta de atendimento adequado e servidores penam por causa de sucessivos atrasos salariais e falta de condições de trabalho. A estrutura da unidade de saúde também apresenta graves problemas.
Os atrasos salarias de funcionários do hospital varia de quatro a seis meses. Outra denúncia é de que funcionários recebem apenas R$ 489,00 por mês, pouco mais da metade do salário mínimo.

You Might Also Like

0 comentários