Bomba! Sindicalista diz que se for assassinado o suspeito é Josimar.

10:34


Por Luís Pablo 

Deputado Josimar de Maranhãozinho

O presidente do Sindicato dos Trabalhadores e Trabalhadoras na Agricultura Familiar de Maranhãozinho, Guilherme Lopes da Silva, fez graves denúncias contra o deputado estadual Josimar de Maranhão na Procuradoria-Geral do Distrito Federal.

A equipe de reportagem do Blog do Luís Pablo teve acesso, com exclusividade, a documentação. Entre as acusações, o sindicalista relata uma tentativa de assassinato por parte de José Auricelio de Morais Leandro, ex-motorista de Josimar e atual prefeito de Maranhãozinho, cidade que já foi administrada pelo parlamentar.

Guilherme Lopes diz que teme pela sua vida por conta das inúmeras denúncias que já fez contra Josimar de Maranhão e pede proteção de vida as autoridades competentes.

“Por ser o autor das denúncias, já sofri mais de 04 (quatro) tentativas de assassinato, inclusive a última tentativa foi feita pelo Sr. José Auricélio Leandro Morais, o ex-motorista do Josimar e atual prefeito de Maranhãozinho, vésperas das eleições municipais de 2012”, disse.

O sindicalista fala ainda que “se acontecer algum atentado contra a minha vida, o suspeito é Josimar Cunha Rodrigues, sua esposa Maria Deusdete de Lima, o ex-vice-prefeito Antonio Procópio da Silva e o tenente/PMMA Fonseca.”

A documentação é uma especie de dossiê relatando vários crimes supostamente cometidos pelo deputado Josimar. Esse dossiê, já dito aqui por este Blog (veja aqui), foi entregue na Secretaria de Segurança Pública do Maranhão, que estranhamento não prosseguiu com as investigações.

Outro Lado

O titular do Blog procurou a assessoria do parlamentar para ouvir seu esclarecimento. Um assessor identificado como Fernando Braga disse que o deputado está cumprindo agenda nos municipios e que só ele para responder.

“Não! Eu não tenho conhecimento de nenhuma denúncia na secretaria de segurança contra o deputado aí só ele mesmo pra lhe responder. E ele está cumprindo agenda pelo interior do estado”, disse o assessor.

You Might Also Like

0 comentários