Victor Mendes destina R$ 400 mil para Hospital Aldenora Belo e discute instalação de unidade descentralizada em Pinheiro.

15:18


                           
O deputado federal Victor Mendes (PSD-MA) recebeu, nesta quarta-feira (21), em seu gabinete na Câmara dos Deputados, Antonio Dino Tavares e João Marcelo, respectivamente vice-presidente e executivo da Fundação Antônio Jorge Dino, que administra o Hospital Aldenora Belo, em São Luís. Na ocasião, o parlamentar anunciou a destinação de R$ 400 mil para o custeio da unidade em 2018, recursos estes oriundos de emenda parlamentar.

Trata-se de um compromisso assumido pelo deputado junto aos gestores da Fundação, que administra o único centro de alta complexidade no tratamento do câncer no Maranhão. “Conhecedor das dificuldades que o Aldenora Belo enfrenta anualmente para se manter, sinto-me feliz em assegurar esses recursos que, tenho certeza, serão de muita utilidade para o Hospital, que é a principal referência no tratamento do câncer em nosso Estado, atendendo pessoas carentes, que encontram ali, muitas das vezes, suas maiores chances e esperanças de cura e de um tratamento digno”, explicou Victor Mendes.

Durante a visita, os representantes da Fundação e o deputado discutiram o projeto de descentralização do hospital para o interior do Maranhão. A ideia é construir uma unidade em Pinheiro e outra Santa Inês, ampliando o atendimento em regiões do estado com grande incidência de câncer de vários tipos.

Em Pinheiro, Victor Mendes anunciou que, além aportar recursos para custeio e construção e/ou adaptações de estruturas físicas da futura unidade, também buscará formas de apoio na cessão de imóvel para eventual funcionamento do hospital até que as instalações definitivas sejam concluídas.

Para que se tenha uma ideia, dados da Fundação Antônio Jorge Dino apontam que são diagnosticados mais de 3500 casos novos de câncer ao ano somente capital, o que representa mais de 50% do número de casos esperados para o estado.

No Aldenora Belo são realizadas mais de 56.756 consultas, 896 cirurgias, 30.141 quimioterapias e 6.025 radioterapias por ano. Expressiva parte desses casos vem do interior e da Baixada em grande número, situação essa que pode ser minorada com a descentralização das atividades do hospital. Pinheiro, município-polo da Baixada se encaixaria nesse perfil pela possibilidade de atendimento mais próximo a uma população de quase 400 mil pessoas no entorno da Unidade.

A expansão da rede e a garantia de recursos para o custeio são fundamentais para ampliar a capacidade de atendimento, avalia o deputado.

“Uma semente foi plantada. Vamos atrás desse sonho”, avisou Victor Mendes, ressaltando a importância para Pinheiro. “Essa é uma conquista que pode ajudar a salvar muitas vidas na nossa cidade”, completou.
Créditos Blog Vandoval Rodrigues

You Might Also Like

0 comentários