Adversário da prefeita da Raposa é “vítima de chantagem” da Câmara.

17:27


Vereador Laurivan do Posto

A classe politica do município de  Raposa foi surpreendida com notícia de que o ex-prefeito Onaci Vieira Carneiro, o Paraíba, e seus ex-secretários, serão convocados pela Câmara Municipal a prestar esclarecimentos sobre supostas irregularidades encontradas nas prestações de contas públicas. A iniciativa é do ‘oposicionista’ vereador Laurivan Uchoa (MDB). Não é preciso ler a matéria para entender o recado que veio por meio de blogs aliados da prefeita Talita Laci (PCdoB).

É uma chantagem da família Laci contra Paraíba e sua família. Mais ou menos assim: se insistirem com as denúncias contra Talita, nós vamos usar a Câmara e os vereadores da base para perseguir pai, filhos, noras e genros.

VEJA TAMBÉM:
>>Raposa teria superfaturado compra de cartuchos para impressoras
>>Prefeita da Raposa prevê ano trágico ao comprar R$ 170 mil em caixões

José Laci acredita que os escândalos com repercussão nacional envolvendo o governo da filha pode ter partido da família Paraíba, mas precisamente, da ex-secretária de Assistência Social, Ocileia Fernandes; ou do ex-presidente da Câmara, vereador Eudes Barros(PR). Laci está desesperado, porque existem indícios de corrupção no governo da filha. Sabe, por exemplo, que se Talita for acionada na justiça poderá ter o mesmo destino dele: um ‘ficha suja’ que nunca mais disputará uma eleição. Esse é o medo dele. Só esqueceu de um detalhe: não é a primeira vez que a comunista assume a prefeitura.

Fatos transloucados cometidos por ela no passado, somados aos  casos atuais, pode provocar reviravoltas até mesmo no comando da administração municipal. Talvez, nessa gestão, vice-prefeito pode até ascender como protagonista.

TIRO NO PÉ
Sobre a estratégia de usar Laurivan para avaliar cada prestação de contas dos últimos oito anos, cabe ressaltar que pode acabar sendo um tiro no pé. Isso porque nos últimos oito anos, a atual chefe do executivo raposense assumiu por pelo menos seis meses. E aí? A Casa de Leis vai investigar esse curto período da atual gestora? Teria mesmo essa coragem de mexer no vespeiro?

Se o parlamentar realmente quisesse fiscalizar alguma coisa, deveria começar pela atua gestão. Todos nós sabemos que é dever do vereador fiscalizar se o dinheiro do povo, pago com impostos, é revertido para o próprio povo. Mas é de conhecimento de todos que quem não fiscaliza, prevarica.

Laurivan, como fiscal do executivo municipal, já deveria saber o que se passa no governo. Afinal, quem tem conhecimento de um crime e não toma providências, prevarica. E foi exatamente isso que ele fez: viu a cidade ganhar o noticiário nacional, após o escândalo da previsão de gastos no valor de R$ 170 mil para urnas funerárias em um município que tem 30 mil habitantes e média de 100 mortes por ano, mas até agora não fez nada. Pior: ainda aceitou ser usado como ‘arma’ de chantagem.

Créditos Blog Antônio Martins

You Might Also Like

0 comentários