Abandonada pelo governador Flávio Dino e o prefeito Cristino, Polícia Militar de Araioses tem apoio somente do vice-prefeito Manoel da Polo, que paga do próprio Salário o aluguel do quartel PM.

10:07


Após ficar sem energia elétrica e ser despejado do antigo prédio onde ficava o quartel por falta de pagamento de alugueis no início do governo do prefeito Cristino, a Policia Militar de Araioses foi abandonada tanto pelo governo estadual quanto pelo governo municipal, sendo socorrida pela sensibilidade do vice prefeito Manoel da Polo, que do próprio bolso vem pagando o aluguel de uma sede para a corporação, que ainda é humilhada pelo poder público, que não fornece nenhuma condição de trabalho digno a corporação, que paga a luz, a energia e muitas vezes até o combustível, tendo ainda que se valer da generosidade de alguns comerciantes da cidade.

                 

Embora não seja constitucionalmente obrigação do município o pagamento do aluguel e outras despesas do quartel da PM, convencionalmente estas despesas sempre foram pagas pelo município, diante da omissão do governo do estado, a quem cabe a obrigação por dever legal. 

Por se tratar de uma força que se dedica à segurança do município e sempre se colocou harmoniosamente a serviço dos gestores que por aqui passaram. O pagamento do aluguel nos parece uma contrapartida mínima do governo local aos que se dedicam a manter a paz e a ordem no município.

Mas o prefeito Cristino que não sabe o que é administração pública e tão pouco o significado de políticas públicas, não pensa assim. Nem sequer cobrar do governador esse cidadão foi capaz, o que coube ao vice-prefeito Manoel da Polo, que pela terceira vez esteve com o secretário estadual de segurança pública levando ao conhecimento da autoridade a situação do município. Em seu primeiro encontro com secretário Jefferson Miler Portela, Manoel reclamou do sucateamento dos veículos das policias militar e civil do município, e pediu que Araioses fosse lembrada na programação da secretaria, que entregaria novas viaturas nos meses seguintes. O que em julho e setembro acabou se concretizando com a contemplação do município com uma viatura novinha para cada força; civil e militar. Ainda assim, sem fazer nenhum esforço para conseguir, Cristino por inoperância e incompetência por pouco não perde a contemplação dos veículos, por não ter mandado nenhum representante oficial à solenidade de entrega das viaturas. 

Sobre o quartel da PM - Araioses

Manoel tem cobrado do governo do estado e do secretário de segurança pública uma solução definitiva para a situação do quartel da PM – Araioses, em entrevista ao nosso blog falou que teme que novamente a Policia Militar, que presta um serviço tão essencial aos araiosenses, fique novamente sem uma sede, porque com os constantes atrasos do pagamento de seu salário por perseguição do prefeito Cristino, talvez não consiga mais manter os alugueis do prédio atualmente cedido à polícia.

“Ainda neste mês de janeiro, voltarei a bater na porta do governador para pedir pela polícia de Araioses, a violência em nossa cidade tem crescido de forma assustadora, precisamos aumentar o número de policiais, precisamos dar melhores condições de trabalho a esses servidores que se arriscam por nós, precisamos de mais viatura e precisa com urgência de um quartel definitivo para a polícia”.
Por Marcio Maranhão

You Might Also Like

0 comentários