Em matéria de roubalheira, os governos de Roseana e Flávio Dino estão empatados.

18:08


Os métodos sãos os mesmos, as mãos rápidas e tortas não se diferenciam, a roubalheira é a marca descarada de cada gestão. Tanto Roseana Sarney quanto Flávio Dino estão no 1×1 quando o placar é da corrupção. Nenhum pode falar ou apontar o dedo para o outro.

Roseana Sarney assumiu o governo assim que Jackson Lago foi cassado, em 2009. Não era a primeira vez que iria dirigir o comando do Estado. Já havia metido as mãos no jarro inúmeras outras vezes, como demonstram casos na construções de estradas (Paulo Ramos/Arame) desvios de recursos da Usimar, fábrica de tecidos em Rosário e tantos outros.

Assim que voltou, mirou na Saúde o destaque do seu governo, mas com a ideia antiga de que quanto mais obras, maior o volume de dinheiro desviado. E aí ergueu hospitais hiper-faturados, pagava folha de OSCIP com valores dobrados imaginando na sobra, adquiria equipamento e medicamentos hospitalares a custos estratosféricos.


A operação Sermão aos Peixes, levada a efeito pelo Polícia Federal, com o apoio do MPF e CGU, desnudou a roubalheira que engoliu grande parte dos recursos da Saúde do Maranhão.

Em 2015, assim que assumiu o governo com propostas inovadoras e moralizadoras, o governador Flávio Dino determinou que todas as bandalheiras cometidas pelo governo de sua antecessora na área da saúde fossem entregues para a Justiça Federal e, consequentemente, à Polícia Federal. Logo os escândalos pipocaram e os maranhenses perceberam o quanto foram enganados.

No mesmo ano em que iniciou o governo, Flávio Dino freou as ações na Saúde, fechando hospitais de pequeno porte, cortando o que considerava excesso e anunciando concurso público. Não demorou muito o lado corrupto do governo Roseana Sarney incorporou na Saúde de Flávio Dino.

Sem concurso, só os velhos seletivos, esquemas foram montados para pagamento de fantasmas, apadrinhados  políticos, namoradas, amantes, bofes, salários polpudos para bancar ex e os pés de panos. Ai avacalhou tudo. Veio um prosseguimento da operação Sermão aos Peixes, mais outros e outros mais. E nada que fizesse frear a corrupção, o desvio de milhões.

Hoje, dia 16 de novembro, antes do ano acabar. a PF mostrou ao Brasil como o governo de Flávio Dino usa os recursos para cuidar da Saúde do Maranhão. Não importa se numa gestão a montanha dinheiro foi maior ou na outra menor, mas tudo é roubo, ladroagem.

Na gestão de Roseana apareceu a Lavamatic, empresa que ajudou a espalhar mais sujeira nos tecidos do governo. Na Gestão de Dino, até uma sorveteria fabricou dindin para distribuir entre os apaniguados comunistas.

Enquanto isso, milhares de pessoas estão doentes sem um leito para tratamento, dezenas de milhares padecem nas filas intermináveis das consultas, crianças e velhos morrem por falta de medicamentos ou assistência, enfermeiros e médicos não têm estimulo para o trabalho por atraso nos salários. Eis o retrato de nossa saúde.

Flávio Dino é, como dizia minha avó, é a cara e o cu de Roseana. São tão parecidos que ninguém consegue distinguir a ação de um e a do outro. São arrogantes, dissimulados, e exalam a podridão dos enganadores.

You Might Also Like

0 comentários