FALTA DE RESPEITO: ALUNOS DO ENSINO MÉDIO DE SÃO JOÃO DO CARU ESTÃO SENDO PREJUDICADOS POR FALTA DE RESPONSABILIDADE DO GOVERNO DO ESTADO.

12:49

Os estudantes do ensino médio da Escola, Centro de Ensino Professora Conceição Brenha Raposo  do município de São João do Carú estão bastante preocupados com o ano letivo, até o momento não iniciaram as aulas da única escola estadual do município.
O estudante Márcio Alencar relatou a este site a real situação   dos alunos:  “Estamos sem aula por falta de carteiras, professores, bebedouro e ar-condicionado na escola, com isso estamos sendo prejudicados, nada que o governador do estado nos prometeu até agora não foi cumprido” citou.
São várias reclamações por parte dos alunos e pais de alunos. Atualmente  o prédio da escola ainda não foi inaugurado e já passa por algumas reformas para melhor atender ao corpo docente. Alunos e pais mostram suas indignações nas redes sociais e citaram à nossa redação a falta de respeito da regional “URE de santa Inês” responsável pela escola em questão, pois várias vezes tentaram entrar em contato por telefone para reclamar sobre a situação e cobrar informações sobre o caso e nenhuma informação concreta é repassada aos mesmos, e isso quando resolvem atender, pois a maioria das chamadas passaram a ser claramente ignoradas, levando em consideração que as chamadas são realizadas em horário comercial.
A falta de compromisso do governo do estado fica clara quando se une o problema da escola estadual e a MA 318 que pelo visto ainda vai demorar e muito pra ser concluída, a escola encontra-se sem qualquer possibilidade de iniciar o ano letivo, pois faltam carteiras, computadores para o laboratório de informática, internet, ar condicionado, bebedouros e até mesmo utensílios básicos para a cozinha como copos e pratos. A situação está mais grave ainda pois também não há professores o suficiente para atender os 3 turnos, então a secretaria  de educação do município resolveu ceder professores para suprir a demanda e até mesmo vigilantes.
Segundo os alunos, não é descartada a possibilidade  de entrarem em greve e montarem acampamento dentro da escola por tempo indeterminado.
   
Os estudantes do ensino médio da Escola Centro de Ensino Professora Conceição Brenha Raposo  do município de São João do Carú estão bastante preocupados com o ano letivo, até o momento não iniciaram as aulas da única escola estadual do município.
O estudante Márcio Alencar relatou a este site a real situação   dos alunos:  “Estamos sem aula por falta de carteiras, professores, bebedouro e ar-condicionado na escola, com isso estamos sendo prejudicados, nada que o governador do estado nos prometeu até agora não foi cumprido” citou.
São várias reclamações por parte dos alunos e pais de alunos. Atualmente  o prédio da escola ainda não foi inaugurado e já passa por algumas reformas para melhor atender ao corpo docente. Alunos e pais mostram suas indignações nas redes sociais e citaram à nossa redação a falta de respeito da regional “URE de santa Inês” responsável pela escola em questão, pois várias vezes tentaram entrar em contato por telefone para reclamar sobre a situação e cobrar informações sobre o caso e nenhuma informação concreta é repassada aos mesmos, e isso quando resolvem atender, pois a maioria das chamadas passaram a ser claramente ignoradas, levando em consideração que as chamadas são realizadas em horário comercial.
A falta de compromisso do governo do estado fica clara quando se une o problema da escola estadual e a MA 318 que pelo visto ainda vai demorar e muito pra ser concluída, a escola encontra-se sem qualquer possibilidade de iniciar o ano letivo, pois faltam carteiras, computadores para o laboratório de informática, internet, ar condicionado, bebedouros e até mesmo utensílios básicos para a cozinha como copos e pratos. A situação está mais grave ainda pois também não há professores o suficiente para atender os 3 turnos, então a secretaria  de educação do município resolveu ceder professores para suprir a demanda e até mesmo vigilantes.
Segundo os alunos, não é descartada a possibilidade  de entrarem em greve e montarem acampamento dentro da escola por tempo indeterminado.

You Might Also Like

0 comentários